12 de mar de 2014

Escreveu o que? - Amanda Marchi e Yohana Sanfer

Olá,
  o "Escreveu o que?" de hoje será duplo para continuar com os nossos autores parceiros, como expliquei semana passada no Escreveu o que? - Raquel Pagno estou fazendo um especial no 'escreveu o que?' com nossos autores parceiros e como alguns tem poucos livros preciso fazer com dois ou mais no mesmo dia. As autoras de hoje são Amanda Marchi e Yohana Sanfer.

Foto -Amanda Marchi
 
Amanda Marchi

Gêneros: Drama, Romance 
Nascimento: 26/10/1994 
Local: Brasil - Distrito Federal - Brasília



Compra do livro autografado: agarotadacasagrande@outlook.com







"Amanda Marchi, nascida na capital, mora atualmente no Rio de Janeiro, onde é estudante de Letras da UFRJ. Aos 18 anos estreou no mercado editorial com seu livro 'A garota da casa grande', um romance lésbico sobre amor e aceitação."

Livro:

A Garota da Casa GrandeA garota da casa grande

O livro “A Garota da Casa Grande” é narrado por sua personagem principal, Georgia, que, sarcástica e ironicamente, apresenta-nos seu mundo através de seus belos olhos azuis. Presa na casa de sua avó em uma cidade pequena, onde não há nem ao menos um shopping, ela se vê em uma rotina monótona até conhecer Alice, sua vizinha, não da frente, mas, da diagonal. Um romance, sobretudo, entre seres humanos, que lutam contra o preconceito da cidade pequena e de si mesmas.













Yohana Sanfer

Vendas do livro por e-mail: yosanfer@yahoo.com.br









"Yohana Sanfer é taurina, vascaína e tem vinte e muitos anos. Formada em Serviço Social pela UFF e refém das letras porque não se contenta com a vida em preto e branco. Escreve no blog Papel, Palavra, Coração e é colunista do Curta Crônicas. Da boca pra dentro é sua primeira publicação literária e uma tentativa de eternizar no papel, os sentimentos e sonhos que não cabem no peito."

Livro:

Da boca pra dentro
Da boca pra dentro

"Mas quantas e quais são as coisas que dizemos depois de consultar o coração? Um punhado de essência, um milhão de desejos, um infinito de verdades? Pra onde vai e de onde vem tudo aquilo que nos importa, esse tudo que é grande e traduzido pelas palavras que não cabendo no peito, transbordam corpo, alma e nossas certezas? Minha suspeita: da boca pra dentro. São da boca pra dentro todos os beijos que respondem um anúncio de dúvida, toda saudade confessada durante o abraço, o elogio inevitável, o desabafo acolhido por um olhar, a palavra engasgada e denunciada pelas lágrimas, o grito que transgride a calmaria.(...) Moram da boca pra dentro nossos silêncios falhos, nossas falas eternizadas na lembrança de alguém, o sentimento entregue num agradecimento, numa saudação sincera, numa notícia boa, numa declaração de amor."(Trecho da crônica "Da boca pra dentro").Um livro que reverencia o amor, os sonhos, os quereres e traz outros olhares sobre o cotidiano."


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Segue o Página 394

Twitter

Nosso instagram