26 de jul de 2014

[Divulgação de julho] Entrevista Grupo União dos Autores

Olá leitores,
  Para a divulgação desse mês os integrantes do Grupo União dos Autores responderam duas perguntas para uma entrevista coletiva. Vem conferir.



As perguntas:

1 - Que conselhos você daria para quem está iniciando a carreira de escritor? 
2 - Qual gênero/ estilo você escreve?

Morgana e Charles - Giselle Trindade

1- Bom, primeiro de tudo, tenha persistência e muita vontade de trabalhar. Leia e estude bastante, revise seu texto e se possível procure sempre a ajuda deprofissionais.

2-Romance de Fantasia.


William Saints - Essência 

1. Escreva, escreva e escreva. Se esse for seu sonho faça-o se realizar, e nunca, nunca desista mesmo que aconteça ou o que digam algo em relação a esse dom que não é valorizado no Brasil. 

2. Sou uma pessoa muito romântica e isso se retrata no meu gênero literário, romance é a minha praia com uma boa dose de sobrenatural.


Dayana Araújo - A Garota do Ônibus 

1.Tenha muito paciência! Nem tudo são flores neste caminho, é preciso pesquisar muito, desde revisores a editoras. A carreira é árdua e irá aparecer mais motivos para desistir do que insistir. Confie no seu trabalho e vá em frente, não se deixe abater pelas pedras que irão aparecer em seu caminho.As coisas acontecem na hora certa e se você trabalhar por isso, sua hora também vai chegar. 

2- 2.Escrevo chick-lit, teen, jovem adulto.


MS Dehlia - Anjo Vendido e Gringos Online 

1- Leia, leia sobre tudo! Do rótulo das embalagens de produtos industrializados aos livros clássicos, sem preconceitos de origem das obras. 

2- Minha disposição para escrever é o meu limite, escrevo o que me vem à mente.


Gisele Souza - Inspiração 

1 - Escreva e leia muito, estude e nunca desista. Tenha em mente que escrever não é uma obrigação, mas um prazer. Algo que você tem que fazer primeiramente para você. Seja seu maior critico, escreva o que gosta de ler. Persista e lute por aquilo que almeja, sucesso e reconhecimento é o resultado de muito trabalho e dedicação. 

2 - Eu escrevo romance contemporâneo e romance erótico.Gosto de escrever com o coração, procuro colocar sentimentos em cada linha e assim fico satisfeita com o meu trabalho 

lançamento: Bienal de SP


Nanci Penna - Sombras da Série Os Guardiões 

1- Perseverança. O caminho é longo, cheio de obstáculos, praticamente sem nenhum retorno financeiro, ás vezes dá vontade de desistir. Mas, é prazeroso e, cada conquista tem um sabor de vitória, saber que alguém gostou da sua história é gratificante, traz uma emoção indescritível. Ser um contador de história não é um estado temporário e um estado infinito. 

2- Gosto muito de fantasias, um livro, para mim é laser, gosto de viajar em suas páginas, de sair desse plano da vida real e partir nesse trem sem destino. Então, é assim que escrevo; meu livro Sombras, por exemplo, é uma  ficção Fantasiosa, um Romance Sobrenatural.


Fabrício de Medeiros - O Sol da Meia-noite 

1- Sobretudo, escreva um livro o qual você gostaria de ler, um livro o qual você tornaria seu favorito, pois não tem nada pior que que escrever algo o qual não se gosta, simplesmente pelo fato de ser o mais comentado, ou até mesmo o mais vendido.  


2 - Romance Fantasia, amo principalmente a fantasia, por ser um gênero sem limites, o qual deixa aberto a imaginação. Na fantasia tudo é possível, realmente tudo. 


Robson Gundim - Entre o Céu e o Mar Nos Montes da Inocência 

1. Acredito que o maior combustível para um bom processo criativo é a leitura diária e a prática. Escrever diariamente sobre qualquer coisa ajuda bastante. Aconselho sempre criar uma espécie de diário, pois será através do mesmo que as ideias florescerão com mais frequência. Leia poemas e livros clássicos (Estude bons vocabulários). Quando iniciar um romance, estipule metas e crie um rascunho dos próprios capítulos. Não veleje sob o mar da inspiração (a inspiração é e sempre será uma benção divina, e devemos aproveitá-la, no entanto nem sempre a mesma baterá à nossa porta, e devemos estar preparados para enfrentar qualquer bloqueio). Escreva sem se ater ao que já foi escrito. Se possível, escreva à moda antiga (sei que é difícil, mas pelo menos comigo, oresultado é esplendoroso!) Não aconselho sair falando sobre seu livro para qualquer pessoa. Se a obra for legítima, mantenha para si, registre e só depois comece a divulgar. Surpreenda! 

 2. Como eu leio de tudo um pouco (à exceção de livros de auto-ajuda), gosto de me aventurar através de gêneros diversos. Em meus primeiros romances o "drama" o "suspense" e a "aventura" estão compactuados. Mas adoro escrever diálogos bem humorados e terror.


Hudson Cleyton - O Livro dos Sonhos

1.- Acima de tudo, paciência e persistência. O Brasil está vomitando escritores iniciantes, o que vai diferenciá-los dos demais e a sua qualidade literária. Um dos maiores erros de quem está iniciando é achar que editoras engolem tudo. O seu texto é seu passaporte para o sucesso, então trabalhe bem , releia, revise, deixe-o enxuto. Procure orientação literária, o mercado literário está cada vez mais exigente.  


2- Já escrevi terror e drama em Antologias, mas sou um apaixonado pela Literatura Fantástica.


L. L. Alves - Mudanças

1. Tenha paciência! É sério. Tenha muuuuita paciência. E tenha esperança, Vai parecer difícil, quase impossível às vezes, mas um dia você chega lá. Se você tem certeza que esse é o seu caminho, não desista, nunca! Todo seu suor e sacrifícios valerão a pena no futuro. É como eu costumo dizer: ser escritor não é nem um pouco fácil, não é só sentar e escrever, mas no fim do dia, valerá a pena passar por todas essas situações. 

2. Gosto de "brincar" com vários gêneros rs Fantasia e Aventura (Instituição para Jovens Prodígios e alguns contos), Romance Juvenil (Mudanças e Sebo Fernandes), chick-lit e hot (As GRANDES Aventuras de Daniella), e também já me aventurei no suspense (alguns contos).


Carla Montebeler - O Vale de Elah 

1- escreva com o coração e seja fiel a você mesmo, não ao "estilo do momento"! 

2- Escrevo crônicas, (no Arca Literaria) estudos teológicos (Os Semeadores de Contendas) e romance (Quem Salvará o Herói?) mas a Série AS CRÔNICAS DE ADULÃO, é uma ficção histórica baseada na vida do Rei Davi.


Márcia Pavanello Pires - Abismo Sangrento 

1- Nunca desista dos seus sonhos e objetivos. Nunca desista no primeiro não que receber. Persistência é o lema de quem está iniciando. A recompensa vem com o recado de cada leitor que gostou de ler seu livro. 

2- Escrevo romance sobrenatural e romance. Acima de tudo, sou uma romântica assumida, uma das últimas (rsrs). Tenho uma alma adolescente e quando entro no mundo mágico dos meus livros sinto que sou livre para ir onde bem entender.


Mariana Sgambato - Lembre-se de Morrer 

1- O conselho mais valioso que posso dar é estude, estude estude, escreva, escreva e escreva. Escreva sem parar. Tornar-se um autor profissional requer dedicação, é metade criatividade e metade esforço, você precisa se policiar, cumprir metas e planejar bastante, mas também tem que deixar fluir e se expressar. 

2-  Romances Jovem-Adulto e Fantasia Urbana.



Jéssica Anitelli - Volúpia 

1- sempre escreva, só com a prática é possível aperfeiçoar. Ter alguém para fazer uma leitura crítica também é muito importante. 

2- Não gosto de dizer que escrevo um determinado gênero ou tema, eu apenas escrevo. Não gosto de me limitar, simplesmente deixo as ideias surgirem. Mas já escrevi fantasia, erótico, romance e juvenil.

Silvia Fernanda - A Inacreditável Arte de Ser um Capacho 

1. Cabeça fria. É a primeira coisa que qualquer autor iniciante precisa ter. Nada acontece do dia para a noite e perseverança é fundamental. A gente erra aprende e sobrevive no meio para errar um pouco mais. A construção de um público é algo que leva tempo, logo não pense que você vai lançar um livro e ele vai emplacar de cara. Isso acontece com poucos sortudos. 

2. Romances e Romances sensuais!

Cristina de Azevedo - Nacqua


1. Ser escritor vai muito alem do que simplesmente escrever, é amar o que faz, pois o caminho é cheio de pedras, tem muitos desafios, e quando se faz algo por amor é mais fácil de superar as adversidade, então meu primeiroconselho é tenha certeza de que é exatamente isso que quer, se for caso, enfie a cara e vá em frente e não desista nunca. 

2. Eu escrevo fantasia, romance, sobre-natural, aventura e ficção.



Tatiana Amaral - Função CEO 

1. Primeiro eu diria para ele não cansar de revisar o material. Eu detesto esta parte, mas é tão importante quanto a venda do livro rsrsrsrsrs É necessário buscar ajuda. Quando eu comecei nem desconfiava da existência de técnicas para escrever, que deixam o livro mais bonito e leve, menos cansativo. Procurei um curso de como escrever um romance e simplesmente amei tudo o que aprendi, além de entender que sem isso o livro não é nada. Meu segundo conselho é: Não tenha pressa. Pesquise, pergunte, procure saber sobre a editora que você teve proposta, pois muitos autores morreram em seu primeiro livro por ter feito a bobagem de entregá-lo a quem não sabe trabalhar. O terceiro é: não desista. Nunca. 

2. Eu escrevo romances. Não sei escrever nada diferente disso rsrsrsrs



Os Amores de Lú - LM Gomes
1- Leia bastante, ler te traz perspectivas diferentes. Seja humilde e aceite conselhos, sejam eles sobre ortografia ou enredo. Nunca pense que sabe de tudo. Constante aprendizado são as palavras de ordem. 


2  - Meus livros publicados são do gênero erótico, mas escrevo romances também. 

Maribell Azevedo - Amor no Ninho 

1- Vai ser difícil. Muito difícil. Escolha cautelosamente com quem trabalha, editoras sérias e bons profissionais fazem toda diferença. E se você não for completamente apaixonado pela profissão, desista agora. Ela exigirá cada grama da sua fé e trabalho. 

2- Romance, drama, sobrenatural. 
1- Leia bastante, ler te traz perspectivas diferentes. Seja humilde e aceite conselhos, sejam eles sobre ortografia ou enredo. Nunca pense que sabe de tudo. Constante aprendizado são as palavras de ordem.


2 - Meus livros publicados são do gênero erótico, mas escrevo romances também. 1- Leia bastante, ler te traz perspectivas difentes. Seja humilde e aceite conselhos, sejam eles sobre ortografia ou enredo. Nunca pense que sabe de tudo. Constante aprendizado são as palavras de ordu
2 - Meus livros publicados são do gênero erótico, mas escrevo romances também.


Material de Divulgação do Grupo Fabrício de Medeiros - O Sol da Meia-noite 
Robson Gundim - Entre o Céu e o Mar Nos Montes da Inocência 

1. Que conselhos você daria para quem está iniciando na carreira de autor? Resposta: Acredito que o maior combustível para um bom processo criativo é a leitura diária e a prática. Escrever diariamente sobre qualquer coisa ajuda bastante. Aconselho sempre criar uma espécie de diário, pois será através do mesmo que as ideias florescerão com mais frequência. Leia poemas e livros clássicos (Estude bons vocabulários). Quando iniciar um romance, estipule metas e crie um rascunho dos próprios capítulos. Não veleje sob o mar da inspiração (a inspiração é e sempre será uma benção divina, e devemos aproveitá-la, no entanto nem sempre a mesma baterá à nossa porta, e devemos estar preparados para enfrentar qualquer bloqueio). Escreva sem se ater ao que já foi escrito. Se possível, escreva à moda antiga (sei que é difícil, mas pelo menos comigo, oresultado é esplendoroso!)  Não aconselho sair falando sobre seu livro para qualquer pessoa. Se a obra for legítima, mantenha para si, registre e só depois comece a divulgar. Surpreenda!  2. Qual gênero/ estilo você escreve? Resposta: Como eu leio de tudo um pouco (à exceção de livros de auto-ajuda), gosto de me aventurar através de gêneros diversos. Em meus primeiros romances o "drama",

9 / 20
o "suspense" e a "aventura" estão compactuados. Mas adoro escrever diálogos bem humorados e terror. 1- Sobretudo, escreva um livro o qual você gostaria de ler, um livro o qual você tornaria seu favorito, pois não tem nada pior que que escrever algo o qual não se gosta, simplesmente pelo fato de ser o mais comentado, ou até mesmo o mais vendido. 

2 - Romance Fantasia, amo principalmente a fantasia, por ser um gênero sem limites, o qual deixa aberto a imaginação. Na fantasia tudo é possível, realmente tudo.  dos Autores - Entrevista 
Uu
Nesse mês fizemos uma entrevista coletiva com todos os autores do grupo. As perguntas são: 

1 - Que conselhos você daria para quem está iniciando a carreira de escritor? 

2 - Qual gênero/ estilo você escreve? 

Confiram abaixo as respostas: 



Morgana e Charles - Giselle Trindade 






. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Segue o Página 394

Twitter

Nosso instagram