31 de mar de 2014

Resenha - O Triste Fim do Pequeno Menino Ostra e Outras Histórias

Olá,
   primeiro preciso pedir desculpa por não ter preparado uma boa resenha para hoje, o livro não é dos mais resenhados até porque é bem diferente, o livro da resenha de hoje é O Triste Fim do Pequeno Menino Ostra e Outras Histórias do cineasta e escritor Tim Burton.

O Triste Fim do Pequeno Menino Ostra e Outras Histórias
O Triste Fim do Pequeno Menino Ostra e Outras Histórias
Tim Burton
Editora: Girafinha
Páginas: 128
Ano: 2007
Minha avaliação: ♥♥♥

Das incríveis animações em stop motion — como O estranho mundo de Jack e A noiva cadáver — aos modernos e excêntricos contos de fada Edward Mãos de Tesoura e Peixe grande, o cineasta Tim Burton tornou-se conhecido por sua linguagem visual única, que equilibra perspicácia e humor ácido.

Neste livro, em que as ilustrações evocam a doçura e a tragédia da vida, Burton apresenta uma galeria de personagens infantis muito peculiares. Incompreendidos e desajustados, eles lutam para encontrar amor e aceitação em um mundo cruel. São desesperançados e infelizes heróis que nos lembram o lado negro que há em todos nós.


Resenha:

Como resenhar um livro tão diferente? Como diz a sinopse o livro e personagens apresentados por Tim Burton são incompreendidos e desajustados, assim como em seus filmes estão presentes os personagens mais estranhos e as histórias mais diferentes, encantadoras, engraçadas e melancólicas que se pode imaginar.
Tim com seu jeito um tanto diferente de mostrar a todos coisas tão lindas coloca isso também em suas poesias, consegue chegar ao ponto máximo de sua imaginação e nos mostrar seu mundo fantástico cheio de personagens bizarros.
Um livro pequeno e que se pode ler em menos de um dia, cheio de poesias maravilhosas e que apesar de ser infanto-juvenil recomendo para pessoas mais velhas.
Um livro belo, irônico e sombrio que conta com ilustrações que nos fazem lembrar de A noiva Cadáver e O estranho mundo de Jack.



A menina de muitos olhos

Dia desses no parque
Vi uma moça de raro encanto.
Tinha tantos, tantos olhos
Que, confesso, fiquei meio tonto.

A sua beleza não era pouca
(Aliás, que tremenda gatinha!)
Quando notei que tinha boca,
Engatamos uma conversinha.

Falamos sobre ecologia,
Sobre suas aulas de poesia,
Sobre os óculos que usaria
Se um dia tivesse miopia.

Mas, de tudo, o que eu mais adoro
É seu olhar diversificado.
Se entretanto ela cai no choro,
Não tem quem não fique molhado.


Um comentário:

  1. Eu sempre adorei os filmes do Burton, mas nunca cheguei a ler esse livro dele(nem sabia que ele existia O.O).
    Bom,adoro o jeito dele de ver o mundo e os personagens, pela sua resenha da pra ver que esse livro segue a linha dos filmes de certa forma,sendo assim já sei que iria gostar de lê-lo *-*

    ResponderExcluir

Segue o Página 394

Twitter

Nosso instagram