29 de jul de 2015

Coluna do Té - Anime é desenho?

Saudações, queridíssimos homo sápiens! Hoje vamos debater mais uma dúvida que divide o planeta em duas espécies: Os "Anime é desenho" e os "Anime é anime". Novamente, o post envolve minha opinião e reflexão sobre o tema, assim como o post anterior (esse, que você vai clicar pra ler, porque ta divertido).

Quem acompanha canais no YouTube, blogs, páginas no facebook e afins destinados a fãs de anime pode ter se deparado com uma discussão parecida. Uns dizem que anime não é desenho, e dão listas e listas de motivos para defender seu ponto de vista. Outros - como o Tio Itaxe, o Grande Itaxe Otirra - , por sua vez, defendem o contrário: Anime é tão "desenho" quanto Scooby Doo. Então, afinal, o que difere animes de desenhos animados?

Antiga Cartoon Network, conhecida como "A geração que passava desenhos legais".


Entre os argumentos de quem defende a ideia de que animes e desenhos são duas coisas diferentes está, por exemplo, o estilo de desenho e o público destinado. Pensando dessa maneira, O que definem como desenho seria o que geralmente vemos nos canais infantis, como a antiga Fox Kids ou a Disney Channel. Já os que defendem o outro ponto de vista dizem que, de um jeito ou de outro, qualquer arte feita através de animações desenhadas deve ser considerada um desenho animado. Lógico, não? Pois é esse o ponto de vista que defendo: Anime é desenho. Desenho japonês, mas é desenho. O que dizem ser a única categoria que deveria levar o título de desenho é, na verdadde, o que chamamos de Cartoon. E ambos são, sim, estilos diferentes de uma mesma arte, o desenho animado.

Então, mudando o rumo da discussão e assumindo anime e cartoon como desenho, o que realmente os difere?

Anime Narut... Eh... Hã?

A primeira diferença que pode ser reparada entre esses dois gêneros é o enredo. 
Assim como seriados, os animes costumam ter enredos que se estendem entre os episódios, em contestos mais sérios e inteligentemente planejados, fazendo com que um problema raramente comece e termine no mesmo episódio. Às vezes, também, utiliza-se de humor e sátira, e nesses momentos as personagens costumam mudar seu estilo de desenho durante alguns segundos, assemelhando-se mais com o cartoon, adquirindo características exageradas, como numa caricatura.


Já em cartoons, costumamos assistir os episódios aleatoriamente sem nos perdermos, pois suas histórias não são tão necessariamente ligadas entre um episódio e outro. Pequenas exceções são especiais que podem ter até cerca de 4 episódios seguindo a mesma história, como um filme dividido em partes pequenas. É, também, mais focado na "zuera" - HU3 BR! -, sem uma necessária conexão com a realidade ou com qualquer nexo.


Outra diferença fácil de se perceber é o estilo de desenho. Os animes seguem o estilo do mangá japonês, que retrata as personagens com corpos e expressões bem semelhantes à realidade, com alguns pequenos exageros, como o tamanho dos olhos e os penteados diferenciados e coloridos. Já o cartoon não segue um padrão específico, podendo ter personagens de diferentes tamanhos e proporções, nem sempre tão realistas, visto que as crianças costumam parecer formigas perto de adultos.


Há, porém, uma variação no anime que quebra esse padrão, o chamado "Chibi", que são personagens cuja cabeça é do tamanho do resto do corpo, são baixinhos e geralmente os acompanhantes fofos de algum protagonista ou secundário.


E assim comprovamos: Anime é desenho, mas não é cartoon. Tem suas semelhanças e diferenças, mas nada que torne superior ou inferior. Assistimos Another e Dragon Ball da mesma maneira que assistimos Chowder e Billy e Mandy. No fim das contas, vai todo mundo ser chamado de criança por estar assistindo isso em vez da novela mesmo.

Por hoje será isso, opiniões são sempre bem-vindas nos comentários! Não se esqueçam de curtir a página do blog no facebook para ficar sempre por dentro do que está ocorrendo por trás do blog. aZeus a todos e até breve!

-Té.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Segue o Página 394

Twitter

Nosso instagram