13 de jan de 2014

Resenha - O oceano no fim do caminho

Olá,
   hoje é segunda-feira então vamos a mais uma resenha, li esse livro já faz um tempo, mas decidi resenha-lo só agora.

O oceano no fim do caminho
Autor: Neil Gaiman
Editora: Intrínseca
Páginas: 208
Minha avaliação: ♥♥♥
Links: Skoob 


Foi há quarenta anos, agora ele lembra muito bem. Quando os tempos ficaram difíceis e os pais decidiram que o quarto do alto da escada, que antes era dele, passaria a receber hóspedes. Ele só tinha sete anos. Um dos inquilinos foi o minerador de opala. O homem que certa noite roubou o carro da família e, ali dentro, parado num caminho deserto, cometeu suicídio. O homem cujo ato desesperado despertou forças que jamais deveriam ter sido perturbadas. Forças que não são deste mundo. Um horror primordial, sem controle, que foi libertado e passou a tomar os sonhos e a realidade das pessoas, inclusive os do menino.

Ele sabia que os adultos não conseguiriam — e não deveriam — compreender os eventos que se desdobravam tão perto de casa. Sua família, ingenuamente envolvida e usada na batalha, estava em perigo, e somente o menino era capaz de perceber isso. A responsabilidade inescapável de defender seus entes queridos fez com que ele recorresse à única salvação possível: as três mulheres que moravam no fim do caminho. O lugar onde ele viu seu primeiro oceano.


Resenha:

"Ninguém realmente se parece por fora com o que é de fato por dentro. Nem você. Nem eu. As pessoas são muito mais complicadas que isso. É assim com todo mundo."

Neil Gaiman é um autor que considero genial, em seus livros sempre há algo diferente e O oceano no fim do caminho não foge dessa regra. Considero esse um livro muito difícil de resenhar e por isso demorei tanto tempo para chegar nessa resenha.
O livro começa quando alguém da família do nosso personagem principal (que não tem nome) morre e ele ao invés de ir para o velório resolve ir até sua antiga casa, mas por um motivo que desconhece resolve seguir até o fim da estrada e chegando lá se lembra de tudo que aconteceu quando tinha apenas 7 anos.
A partir desse momento o livro começa a ser narrado por nosso personagem aos 7 anos e nós conhecemos como era sua vida e como tudo aconteceu.

Como já disse acho Neil Gaiman genial, porém esse não é seu melhor livro, um bom livro, mas não o melhor. A narrativa que é feita por uma criança de 7 anos acaba ficando muito adulta e o começo é um pouco confuso, mas é uma leitura rápida e até leve.
Os personagens são bons, mas o que menos gostei foi exatamente o principal.
Achei bem diferente o personagem principal não ter nome e também o fato de que não sabemos quem morreu no inicio do livro.
Os leitores que choram com as histórias de um livro podem preparar as lágrimas para as últimas páginas.






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Segue o Página 394

Twitter

Nosso instagram