20 de jan de 2014

Resenha - Um dia

Olá,
   no Pipoca com chocolate da última semana falei sobre a adaptação cinemátografica do livro Um dia de David Nicholls e hoje decidi resenhar o livro, então vamos a resenha de hoje.

Um DiaUm Dia
Autor: David Nicolls
Editora: Intrínseca
Páginas: 416
Minha avaliação: ♥♥♥♥
Links: Skoob / Trilha Sonora / Pipoca com chocolate

Dexter Mayhew e Emma Morley se conheceram em 1988. Ambos sabem que no dia seguinte, após a formatura na universidade, deverão trilhar caminhos diferentes. Mas, depois de apenas um dia juntos, não conseguem parar de pensar um no outro.

Os anos se passam e Dex e Em levam vidas isoladas - vidas muito diferentes daquelas que eles sonhavam ter. Porém, incapazes de esquecer o sentimento muito especial que os arrebatou naquela primeira noite, surge uma extraordinária relação entre os dois.

Ao longo dos vinte anos seguintes, flashes do relacionamento deles são narrados, um por ano, todos no mesmo dia: 15 de julho. Dexter e Emma enfrentam disputas e brigas, esperanças e oportunidades perdidas, risos e lágrimas. E, conforme o verdadeiro significado desse dia crucial é desvendado, eles precisam acertar contas com a essência do amor e da própria vida.


Resenha:

"Preciso falar com alguém. Alguém não. Você!"

No inicio do livro somos levados até 15 de julho de 1988, Dex e Em passam uma noite juntos depois de sua festa de formatura, mas é apenas isso, juntos, por um dia.
E o que devia ser apenas uma comemoração se torna uma grande amizade e até mais, mesmo que nenhum dos dois perceba isso.
Os anos passam e nenhum dos dois leva a vida que sonhavam, porém para saber isso temos que nos basear apenas em um dia de cada ano, apenas no dia 15 de julho de todos os anos.
A cada capitulo um ano e nesse ano apenas um dia.

David Nicholls faz com esse livro algo diferente porém difícil, a narração é o ponto em que ele arrisca, temos a narração de apenas um dia por ano e nesse dia precisamos saber como está a vida dos dois personagens, a narração é feita em primeira pessoa, mas pelos dois personagens. Apesar de ser algo difícil de fazer David Nicholls não errou nesse ponto.
O grande erro de Nicholls foi na construção dos personagens, Dexter é um personagem que eu não consegui gostar, um personagem fraco, Emma apesar de ser um pouco mais amavel e aceitavel que Dexter também não é uma grande personagem.
Se não fosse pelos personagens o livro seria perfeito, tem uma boa narração e a escrita de Nicholls é muito boa, com um final triste o romance te faz pensar por horas depois da leitura.

"Eu te amo, Dexter. Amo muito. Só não gosto mais de você."


Um dia - www.wook.pt

2 comentários:

  1. Os personagens são pouco cativantes, mesmo. Ainda assim, não posso dizer que os odiei. Eles são apenas como meras vítimas do tempo. Acho que o Destino é que o personagem principal...
    Abraços!

    http://umratodebiblioteca.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Eu ganhei esse livro já faz um tempo, mas como eu já vi o filme ele não está na minha lista de prioridades no momento. Eu gostei muito do livro, me emocionei muito com o final ( fui pega completamente de surpresa) e espero gostar ainda mais do livro.

    Beijos
    http://voltaaomundoemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Segue o Página 394

Twitter

Nosso instagram