9 de mai de 2014

Resenha - Um Dia

Sexta, and I´m back! :)

Título: Um Dia
Autor: David Nicholls
Editora: Intrinseca
Sinopse: Dexter Mayhew e Emma Morley se conheceram em 1988. Ambos sabem que no dia seguinte, após a formatura na universidade, deverão trilhar caminhos diferentes. Mas, depois de apenas um dia juntos, não conseguem parar de pensar um no outro.
Os anos se passam e Dex e Em levam vidas isoladas - vidas muito diferentes daquelas que eles sonhavam ter. Porém, incapazes de esquecer o sentimento muito especial que os arrebatou naquela primeira noite, surge uma extraordinária relação entre os dois.
Ao longo dos vinte anos seguintes, flashes do relacionamento deles são narrados, um por ano, todos no mesmo dia: 15 de julho. Dexter e Emma enfrentam disputas e brigas, esperanças e oportunidades perdidas, risos e lágrimas. E, conforme o verdadeiro significado desse dia crucial é desvendado, eles precisam acertar contas com a essência do amor e da própria vida.


Um Dia
O livro conta a história de Emma (aka Em) e Dexter (aka Dex). E é isso. A história de vida deles. (Ta-daaam!) Cada capítulo é um ano da vida dos dois, e sempre o mesmo dia: 15 de julho, o dia em que os dois "se conheceram".
Um Dia é um história realística, e inteligente e bonita (a sua maneira). Super detalhado, romântico, imprevisível, dramático e "por vezes, insuportavelmente triste", de acordo com a crítica do The Times, mas eu não poderia usar palavras melhores do que essas para descrever minha sensação sobre o livro.
Mas, por mais que pareça, por esse parágrafo, que eu gostei do livro a verdade é que... Eu tenho sentimentos contraditórios em relação a Um Dia.
Ele tem uma história muito bonita e inteligente (a sua maneira), com personagens e cenários que (para mim) pareceram incrivelmente reais. Mas a narração é incrivelmente cansativa! E com muitas partes confusas também. 
Em e Dex são personagens muito melancólicos (apesar do Dex ter se transformado em um personagem melancólico durante a história, ao contrário da Em, que é assim desde o início), o que deixa tudo muito "dark", por assim dizer. E isso acaba deixando o livro chato e enjoativo, já que poucas vezes eles conseguem encontrar "a luz". E isso me deixou deprimida junto com o livro! Possivelmente um dos pontos forte do livro é que ele nos envolve bastante, e nós acabamos ficando "em sintonia" com os personagens. Mas eu realmente não queria me sentir para baixo
E toda essa atmosfera de tristeza que envolve o livro, me deixou enjoada. Um livro que me deixa enjoada ão é uma boa coisa, eu imagino.
Um Dia, assim como eu disse quando eu comentei Anna e o Beijo Francês, me deu vontade de largar o livro e simplesmente viver. Mas, diferentemente de ABF, não para tentar encontrar meu Étienne, ter meu "momento Anna", mas sim para fazer minha vida ser menos chata, tediosa, desesperançosa e irritantemente sem objetivo do que a do Dex e da Em.
Sobre os personagens, eu tenho muito a comentar, mas se fosse dizer tudo o que eu quero, ia acabar passando dias monologando aqui. O Dexter parece ser aquele personagem que você vai se apaixonar no início da história; nos primeiros capítulos ele é irônico, divertido e um pouco mimado, mas depois, passa a ser imaturo, egocêntrico e irritante. Já Emma é confusa, altruísta e completamente perdida. Essa foi daquelas que você tem vontade de entrar dentro do livro e dar um tiro nela.
Poré, não foi um desperdício. O livro tem uma mensagem (ou mais de uma, melhor dizendo) que, apesar de clichê, é bem tranmitida em Um Dia: viva sua vida, siga seus sonhos, você não pode planejar sua vida e coisas nessa linha. Além disso, os personagens secundários (como o Ian, a mãe do Dexter) apesar de não aparecerem muitos, são muito interessantes, e, cmo eu disse lá em cima, outra coisa que conta pontos para o livro é o fato de você entrar em sintonia com os personagens.
O final do livro é surpreendente, mas só piorou minha depressão com o livro. Apesar da maior parte da narrativa ser previsível, as últimas páginas com certeza vão te pegar de surpresa.

Se você gosta de drama, romance e melancolia, Um Dia vai ser, possivelmente, um dos seus livros favoritos. Mas se esse não é o seu gosto, com certeza vai se decepcionar



__________________________________

Gostaram?
Kisses!
Not A Nerd - Era uma vez...

2 comentários:

  1. Tenho esse livro e nunca tive interesse de ler, e nem sei quando irei fazer isso, ele simplesmente não me chama a atenção.
    Beijos,
    http://miiheomundoliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi :)

    Esse livro não desperta muito a minha atenção, nem sei se irei lê-lo algum dia. Beijos!

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Segue o Página 394

Twitter

Nosso instagram