3 de dez de 2014

Resenha: A Mais Bela Melodia

A MAIS BELA MELODIA         

CAROL TELES 

                                         
                                        

A história de Lorena e Klaus se passa em Esperança, uma cidade pequena, onde vivem entre as desavenças na escola e conflitos pessoais, levando uma cidade inteira a presenciar os escândalos de uma adolescente rebelde e seu rival popular e repleto de amigos.Um festival de música faz com que essa dupla seja envolvida no enredo da história, levando-nos a questionar os densos conceitos de amor, amizade e família. A vida pode ser complicada, as vezes, mas é preciso decidir primeiro o quão longe você pode ir por amor. E o quão você está disposto a perder para ganhar. Até onde uma amizade pode ir para beneficiar o outro. Descubra que nada é tão certo e determinante quanto nossos erros e, as consequências das escolhas que fazemos por acreditar neles. Um livro que o fará prender o fôlego e se emocionar com os personagens do início ao fim.

 A Mais Bela Melodia, só pra você saber de agora, não é um livro que vai te contar toda a história na sinopse ou nos primeiros capítulos, não, você tem que ler e entender, mas sabe, o AMBM (apelidado carinhosamente pelas leitoras assim) é pura contradição, tem uma leitura leve mas ao mesmo tempo é muito tensa, tem personagens fascinantes e outros que nossa, "mantenha distancia por favor", tem momentos que você chora de tanto rir e outros de tanta tristeza e inconformidade, tem aqueles momentos que você torce para que tudo aquilo que esteja escrito, seja verdade e que seja possível conhecer um deles ou até mesmo viver aquela situação e outros que você se sente aliviado por ser "só um livro" mas de uma coisa nós, todas que lemos, podemos concordar, é do primeiro ao "ultimo" capitulo que você se sente perdidamente, loucamente apaixonada por cada personagem, cada defeitos, qualidade e se vê perdida sem o AMBM. 


Vamos agora falar dos personagens principais?
A Lorena Sanchez, ou Loren, é aquela típica adolescente rebelde, que fala tudo o que pensa e faz tudo o que quer, sem se importar com os outros, tem uma educação dura com um pai pastor, uma mãe passiva e um irmão sumido, se faz de durona para todos mas por dentro não passa de uma folha de papel rasgada de tão frágil que é. Uma frase minha que sempre usei para definir a Loren é : ela manda todo mundo se 'lascar'..., você ao ler, vai super entender.

O Klaus Hunter,é aquele típico adolescente que se acha o Salvador da Pátria, um cavaleiro branco e tudo mais, foi abandonado pela mãe ainda pequeno e vive com o pai solitário, tem como melhor amigo Samuel e irmão Adônis Narcole, encontrou na música seu refugio e seu sonho é se tornar um grande músico, sua vida estava "em ordem" até a Loren aparecer e bagunçar tudo, mas será que Klaus gostou da bagunça? A frase que uso para definir o Klaus é: ....E ele ajuda os 'lascados'.

o Adônis Narcole, esse é aquele tipo de adolescente que tem tudo mas ao mesmo tempo não tem quase nada, sabe? Ele é rico, lindo, muitas meninas correndo atrás dele, pode fazer o que quiser mas não tem o amor dos pais, a atenção deles e o seu único bem é o Klaus e o Samuel, mais o Klaus, e a música. Uma frase, "o verdadeiro meio termo".

 Uma noção dos meninos *-*


A música é o elo de toda a história. O enrendo é simplesmente incrível, as músicas são perfeitamente perfeitas para cada capitulo enfim, é um verdadeiro tesouro para quem gosta de livros bons.

Bem, se você se interessou pelo livro, segue o link dele na Amazon:http://www.amazon.com.br/mais-bela-melodia-Carol-Teles-ebook/dp/B00Q92RP8I/ref=sr_1_1?ie=UTF8&qid=1417399088&sr=8-1&keywords=a+mais+bela+melodia
Espero que tenham gostado e até a próxima :*

10 comentários:

  1. Eu não sei se fico mais emocionada por sua resenha, ou por AMBM ser a primeira resenha que você faz aqui.
    Bem, eu já disse que você só tem carinha de menina. No fundo tem uma alma tão velha quanto a de Ben. Não é normal uma menina da sua idade gostar tanto de histórias desse tipo, e absorver tanto delas. E já disse que a amo muito por isso?!
    Nossa princesa, como costumo chamar. Chegou de mansinho e ganhou um espaço enorme no meio de um monte de macaca velha, e muitas vezes dá lição de moral com uma simplicidade jovem, e uma inteligência madura. Agradeço a Deus o dia em que você achou AMBM no Wattpad e entrou para a nossa família,
    Obrigada por essa homenagem linda, minha princesinha!

    bjus
    terradecarol.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oh Senhor amado, obrigada minha Diva, você acabou de encher meus olhos de lagrimas por ver pessoas que eu nem conheço pessoalmente, feliz com uma simples resenha que fiz! Eu que agradeço imensamente a Deus por eu ter encontrado esse tesouro e de quebra ter ganhado todas vocês! Esó pra deixar claro, AMO ser a princesa de vocês e espero ser por muito tempo ainda <33

      Excluir
  2. Se eu não conhecesse AMBM, iria correndo ler depois dessa resenha.Parabéns Mari, você sempre será nossa princesa! <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ow Eliz, obrigada, fico super feliz em saber disso, já que és tão boa em nossas defesas! <3

      Excluir
  3. Mari linda né pq sou sua amiga , mas essa resenha ficou otima quero ler esse livro bju miga <3

    ResponderExcluir
  4. Minha menina, que orgulho de vc. Concordo com a Eliz, se eu ainda não tivesse lido com certeza estaria fazendo isso agora. Vc me fez chorar. Volto a dizer, essa menina me mata de orgulho. Quanto ao livro eu nem tenho mais o q falar. Maravilhoso, a Carol tem um talento q surpreende. Acompanho desde o começo e é impossível não percebe q ele foi aumentando com o tempo. Parabéns as duas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ale, minha mãe, eu que morro de orgulho por poder dizer que vocês fazem parte da minha vida, obrigada! Sem muitas palavras <3

      Excluir
  5. Menina que talento. Concordo, com Carol. Eliz, Alexandra, sua resenha está ótima, e como não ficar com um livro maravilhoso como AMBM. A Carol é uma abençoada, com um talento extraordinário.
    Parabéns as duas, continue nós presenteando com essa naturalidade da escrita que vcs tem de sobra.
    Bjo.
    Sara

    ResponderExcluir
  6. Tem gente que já nasce grande, não? Eu particarmente nasci e ainda vivo como Peter Pan tal a maturidade que levo no coração. Mas vc Mari, assusta, porque vc é uma alma antiga e traduz muito bem em palavras os sentimentos que vc leva no peito! Parabéns!!!!

    ResponderExcluir