13 de out de 2014

Tag Book Shuffle



Olá, hoje trago pra vocês uma Tag que achei super interessante, encontrei a tag n'OBlogdaMari.com e pesquisando um pouco mais encontrei o blog La Vie en Rose e recomendo uma visita aos dois, a Book Shuffle consiste em colocar o celular no modo aleatório e relacionar as musicas que tocarem com algum livro. É claro que essa Tag fica muito melhor se feita em vídeo, mas essa blogueira aqui é muito tímida para isso, então abaixo vou listar as musicas que tocaram e os livros escolhidos, juro que não pulei nenhuma musica, a prova disso é a dificuldade que tive para escolher alguns livros, mas enfim vamos lá.

Just Tonight - The Pretty Reckless



A primeira musica foi Just Tonight da banda The Pretty Reckless e eu realmente não sabia qual livro teria ao menos uma parte que lembrasse a musica, mas foi então que pensei em A Desconstrução de Mara Dyer, a musica me faz lembrar o inicio do livro e foi o único que pensei então será esse. Isso é muito difícil queridos leitores.


"Um grupo de amigos... Uma tábua ouija... Um presságio de morte. Mara Dyer não estava interessada em mensagens do além. Mas para não estragar a diversão da melhor amiga justo em seu aniversário ela decide embarcar na brincadeira. Apenas para receber um recado de sangue. Parecia uma simples piada de mau gosto... até que todos os presentes com exceção de Mara morrem no desabamento de um velho sanatório abandonado. O que o grupo estaria fazendo em um prédio condenado? A resposta parece estar perdida na mente pertubada de Mara. Mas depois de sobreviver à traumática experiência é natural que a menina se proteja com uma amnésia seletiva. Afinal, ela perdeu a melhor amiga, o namorado e a irmã do rapaz. Para ajudá-la a superar o trauma a família decide mudar para uma nova cidade, um novo começo. Todos estão empenhados em esquecer. E Mara só quer lembrar. Ainda mais com as alucinações - ou seriam premonições? - Os corpois e o véu entre realidade, pesadelo e sanidade se esgarçando dia a dia. Ela precisa entender o que houve para ter uma chance de impedir a loucura de tomá-la..."


The Power of Love - Gabrielle Aplin



The Power of Love de Gabrielle Aplin foi outra musica muito difícil, pensei em A culpa é das estrelas, mas acho que isso só aconteceu porque às vezes comparo Gabrielle e Birdy, e por isso mudei, o escolhido foi Como eu era antes de Você, acho a história do livro muito bonita e a musica pode ser uma boaa trilha sonora para algumas partes da obra de Jojo Moyes.


"Aos 26 anos, Louisa Clark não tem muitas ambições. Ela mora com os pais, a irmã mãe solteira, o sobrinho pequeno e um avô que precisa de cuidados constantes desde que sofreu um derrame. Além disso, trabalha como garçonete num café, um emprego que ela adora e que, apesar de não pagar muito, ajuda nas despesas. E namora Patrick, um triatleta que não parece interessado nela. Não que ela se importe.

Quando o café fecha as portas, Lou se vê obrigada a procurar outro emprego. Sem muitas qualificações, a ex-garçonete consegue trabalho como cuidadora de um tetraplégico. Will Traynor, de 35 anos, é inteligente, rico e mal-humorado. Preso a uma cadeira de rodas depois de um acidente de moto, o antes ativo e esportivo Will desconta toda a sua amargura em quem estiver por perto e planeja dar um fim ao seu sofrimento. O que Will não sabe é que Lou está prestes a trazer cor a sua vida. E nenhum dos dois desconfia de que irá mudar para sempre a história um do outro."


House on a Hill - The Pretty Reckless



Mais uma de The Pretty Reckless e essa foi mais fácil, quando ouvi House on a Hill ela me lembrou muito a trilogia Jogos Vorazes, tem todo um clima parecido e a letra me lembra muito todos os livros da série.


"Após o fim da América do Norte, uma nova nação chamada Panem surge. Formada por doze distritos, é comandada com mão de ferro pela Capital. Uma das formas com que demonstram seu poder sobre o resto do carente país é com Jogos Vorazes, uma competição anual transmitida ao vivo pela televisão, em que um garoto e uma garota de doze a dezoito anos de cada distrito são selecionados e obrigados a lutar até a morte! Para evitar que sua irmã seja a mais nova vítima do programa, Katniss se oferece para participar em seu lugar. Vinda do empobrecido distrito 12, ela sabe como sobreviver em um ambiente hostil. Peeta, um garoto que ajudou sua família no passado, também foi selecionado. Caso vença, terá fama e fortuna. Se perder, morre. Mas para ganhar a competição, será preciso muito mais do que habilidade. Até onde Katniss estará disposta a ir para ser vitoriosa nos Jogos Vorazes?"


Come on Eileen - Dexys Midnight Runners



Essa foi a mais fácil e eu não preciso explicar muito, Come on Eileen é não só parte da trilha sonora do filme, mas também do livro As vantagens de ser invisível e é claro que minha escolha não podia ser menos obvia que o próprio livro.


Elogiado pela crítica e adorado pelos leitores, As vantagens de ser invisível que foi adaptado para os cinemas com Emma Watson, a Hermione de Harry Potter, e Logan Lerman, de Percy Jackson, no elenco acaba de ganhar nova reimpressão pela Rocco. Livro de estreia do roteirista Stephen Chbosky, o romance, que vendeu mais de 700 mil exemplares nos EUA desde o lançamento, está de volta ao topo do ranking do The New York Times impulsionado pela adaptação para a telona.

Ao mesmo tempo engraçado e atordoante, As vantagens de ser invisível reúne as cartas de Charlie, um adolescente de quem pouco se sabe - a não ser pelo que ele conta nessas correspondências -, que vive entre a apatia e o entusiasmo, tateando territórios inexplorados, encurralado entre o desejo de viver a própria vida e ao mesmo tempo fugir dela.

As dificuldades do ambiente escolar, muitas vezes ameaçador, as descobertas dos primeiros encontros amorosos, os dramas familiares, as festas alucinantes e a eterna vontade de se sentir infinito ao lado dos amigos são temas que enchem de alegria e angústia a cabeça do protagonista em fase de amadurecimento. Stephen Chbosky capta com emoção esse vaivém dos sentidos e dos sentimentos e constrói uma narrativa vigorosa costurada pelas cartas de Charlie endereçadas a um amigo que não se sabe se real ou imaginário.

Íntimas, hilariantes, às vezes devastadoras, as cartas mostram um jovem em confronto com a sua própria história presente e futura, ora como um personagem invisível à espreita por trás das cortinas, ora como o protagonista que tem que assumir seu papel no palco da vida. Um jovem que não se sabe quem é ou onde mora. Mas que poderia ser qualquer um, em qualquer lugar do mundo.


Alive - Pearl Jam


A quinta musica é Alive e eu vou relacionar com Cidades de papel de John Green, talvez por causa desse sentimento de estar livre, ser livre, que os dois passam, acho que eles combinam nesse ponto o que já é o suficiente para a musica ser uma boa trilha sonora para o livro.


Em Cidades de papel, Quentin Jacobsen nutre uma paixão platônica pela vizinha e colega de escola Margo Roth Spiegelman desde a infância. Naquela época eles brincavam juntos e andavam de bicicleta pelo bairro, mas hoje ela é uma garota linda e popular na escola e ele é só mais um dos nerds de sua turma.

Certa noite, Margo invade a vida de Quentin pela janela de seu quarto, com a cara pintada e vestida de ninja, convocando-o a fazer parte de um engenhoso plano de vingança. E ele, é claro, aceita. Assim que a noite de aventuras acaba e um novo dia se inicia, Q vai para a escola, esperançoso de que tudo mude depois daquela madrugada e ela decida se aproximar dele. No entanto, ela não aparece naquele dia, nem no outro, nem no seguinte.

Quando descobre que o paradeiro dela é agora um mistério, Quentin logo encontra pistas deixadas por ela e começa a segui-las. Impelido em direção a um caminho tortuoso, quanto mais Q se aproxima de Margo, mais se distancia da imagem da garota que ele pensava que conhecia.



Hey Jude - The Beatles



Hey Jude não poderia ser mais complicada, mas no fim acho que ela pode se encaixar em Os 13 porquês, em algumas partes da musica há frases que ajudariam Hannah de alguma forma e já que não consegui pensar em outro livro será esse.


"Ao voltar da escola, Clay Jensen encontra um misterioso pacote com várias fitas cassetes. Ele ouve as gravações e se dá conta de que foram feitas por uma colega de classe que cometeu suicídio duas semanas antes. Nas fitas, ela explica que 13 motivos a levaram à decisão de se matar. Clay é um deles. Agora ele precisa ouvir tudo até o fim para descobrir como contribuiu para esse trágico acontecimento."



Radioactive - Imagine Dragons



Essa musica foi muito fácil pra mim, recentemente li e assisti The 100 e depois que a musica tocou na série eu vi que a musica e o livro tem muito em comum, por isso para essa musica não poderia escolher outro livro se não The 100 - Os escolhidos.


"Desde a terrível guerra nuclear que assolou a Terra, a humanidade passou a viver em espaçonaves a milhares de quilômetros de seu planeta natal. Mas com uma população em crescimento e recursos se tornando escassos, governantes sabem que devem encontrar uma solução. Cem delinquentes juvenis — considerados gastos inúteis para a sociedade restrita — serão mandados em uma missão extremamente perigosa: recolonizar a Terra. Essa poderá ser a segunda chance da vida deles... ou uma missão suicida."


Pink Floyd - Wish You Were Here



Bom, essa musica eu realmente não consegui relacionar com nenhum livro, porém já postei aqui no blog a trilha sonora da autora para o livro "Não Pare!" e entre as musicas estava Wish You Were Here, então vou deixar que seja da trilogia Não Pare!


"Uma vida normal e tranquila seria tudo que uma adolescente odiaria ter, certo? Não para Nina! Por que tinha que viver como uma nômade (ou fugitiva!), mudando de cidade ou país a cada piscar de olhos? Por que não podia saber nada sobre o paradeiro de seu pai? Por que sua mãe era tão neurótica e supersticiosa? Milhares de perguntas. Nenhuma resposta. O que significavam aqueles estranhos calafrios, acidentes e mortes que insistiam em acontecer ao seu redor? Teriam eles alguma ligação com o seu defeito de nascença? Ou seriam causados pelo selvagem bad boy de hipnotizantes olhos azuis-turquesa que costumava aparecer nos momentos mais assustadores? Nina jamais poderia imaginar que aquele garoto sombrio de corpo escultural e fisionomia atormentada lhe abriria os olhos para um universo paralelo. Só ele tinha as respostas para os seus mais íntimos questionamentos, mas cobraria um preço muito alto para fornecê-las: A vida dela!"


Nothing Left To Lose - The Pretty Reckless



Bom, essa musica é uma das minhas preferidas e eu acho que poderia ser uma das preferidas de Alasca do livro Quem é você, Alasca? de John Green, consigo imaginar Alasca ouvindo essa musica várias e várias vezes e por isso esse é o meu escolhido.


"Miles Halter é um adolescente fissurado por célebres últimas palavras que, cansado de sua vidinha pacata e sem graça em casa, vai estudar num colégio interno à procura daquilo que o poeta François Rabelais, quando estava à beira da morte, chamou de o "Grande Talvez". Muita coisa o aguarda em Culver Creek, inclusive Alasca Young, uma garota inteligente, espirituosa, problemática e extremamente sensual, que o levará para o seu labirinto e o catapultará em direção ao "Grande Talvez"."


Whole World is Watching - Within Temptation



A última musica é Whole World is Watching e também uma das mais das mais difíceis, mas o livro que chegou perto de poder ser relacionado com a musica é Divergente.


"Numa Chicago futurista, a sociedade se divide em cinco facções Abnegação, Amizade, Audácia, Franqueza e Erudição e não pertencer a nenhuma facção é como ser invisível. Beatrice cresceu na Abnegação, mas o teste de aptidão por que passam todos os jovens aos 16 anos, numa grande cerimônia de iniciação que determina a que grupo querem se unir para passar o resto de suas vidas, revela que ela é, na verdade, uma divergente, não respondendo às simulações conforme o previsto.

A jovem deve então decidir entre ficar com sua família ou ser quem ela realmente é.

E acaba fazendo uma escolha que surpreende a todos, inclusive a ela mesma, e que terá desdobramentos sobre sua vida, seu coração e até mesmo sobre a sociedade supostamente ideal em que vive."




Nos acompanhe:



Instagram: @blogpagina394
E-mail: pag394@outlook.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Segue o Página 394

Twitter

Nosso instagram