3 de fev de 2015

100 Filmes em 365 Dias | O Jogo da Imitação



Mais um indicado ao Oscar e mais um para o 100 filmes em 365 dias, hoje vou falar do filme O jogo da Imitação.

O Jogo da Imitação (The Imitation Game) - Poster / Capa / Cartaz - Oficial 5

 The Imitation Game


Direção: Morten Tyldum
Roteiro: Graham Moore
Produção: Graham Moore
Distribuição: Diamond Films
Duração: 115 minutos
Ano: 2015
Classificação: 12 

"Baseado na história real do lendário criptoanalista inglês Alan Turing, considerado o pai da computação moderna, o filme narra a tensa corrida contra o tempo de Turing e sua brilhante equipe no projeto Ultra para decifrar os códigos de guerra nazistas e contribuir para o final do conflito."







Baseado em fatos reais, o filme conta a história de Alan Turing, interpretado por Benedict Cumberbatch, um matemático britânico considerado o pai da inteligência artificial que durante a Segunda Guerra Mundial ajudou os Estados Unidos, decifrando códigos alemães e revelando suas estratégias no campo de batalha.
Turing fazia parte de uma força tarefa especial secreta que devia desvendar a Enigma, uma máquina codificadora alemã. A questão é que esse grupo precisava testar 159 milhões de possibilidades e passar pela máquina, sendo que todos os dias as configurações dela eram mudadas. Junto com Joan (Keira Knightley) e seus colegas de trabalho, ele deve prever os ataques nazistas e acabar com a guerra, enquanto seu chefe tenta fazer com que ele vá preso. E ele faz isso criando o primeiro computador.


Um filme que mostra uma situação que se aplica perfeitamente a frase "A ignorância pode destruir um gênio", Turing era um grande homem, com conflitos pessoais e que teve um fim triste porque amar alguém do mesmo sexo era crime na Inglaterra da década de 40. A segunda obra de Morten Tyldum é simplesmente maravilhosa, histórica e sobre a inteligência humana.
O roteirista estreante, Graham Moore, parece ter optado por focar nos feitos de Alan, mas o diretor teve sensibilidade para tocar, não apenas no assunto homossexualidade, mas também no machismo da época, girando em torno da personagem Joan.


A narrativa do filme não é linear, em alguns momentos voltamos ao passado para entender o presente, um detalhe que eu achei importante, mas pode desagradar outras pessoas. Um filme feito para ganhar prêmios até mesmo na escolha do elenco, no qual temos duas figuras conhecidas, Benedict Cumberbatch, que da um show de interpretação utilizando olhares e gestos para nos passar a personalidade de Turing, e Keira Knightley que também chama atenção, mas de quem confesso não ser fã.

O JOGO DA IMITACAO03

O filme é cauteloso, sem exageros e talvez até com um certo medo de arriscar, mas isso não muda nada, o filme é bom e são seus detalhes que o fazem ser como é. A trilha sonora que não quer a atenção e que está ali apenas para compor a história, o figurino de época que nos leva para os anos da Segunda Guerra Mundial e os atores e roteiro que não querem superar a história, apenas contá-la.


Como já disse, um filme feito pra ganhar prêmios e com uma cena final das mais emocionantes. Não trate o que vem a seguir como spoiler, apenas informação histórica, Turing foi responsável por diminuir o tempo da guerra em dois anos, mas suicidou-se depois de alguns anos passando por terapias à base de estrogênio, castração química. Por ser homossexual ele devia escolher entre a terapia ou a prisão. Como disse "A ignorância pode destruir um gênio".


Indicado ao Oscar o filme tem grandes chances e apesar de ainda torcer para A Teoria de Tudo, não seria a pior coisa se O Jogo da Imitação ganhasse. Espero que tenham gostado da resenha e que assistam o filme, siga o blog e suas redes sociais. Comente!



Nos acompanhe:



Instagram: @blogpagina394
E-mail: pag394@outlook.com
 





Um comentário:

  1. Olá!
    O que dizer de The Imitation Game <3 Eu amei demais o filme e por vários motivos. Em primeiro ligar, sou louca por matemática e isso já era suficiente para fazer com que eu quisesse assistir, mesmo que o Benedict não fosse o protagonista. Se você não sabe, eu sou Sherlockian e o Ben é protagonista da série Sherlock, então deu pra entender o motivo de eu já gostar dele. Além de tudo, guerras me fascinam e é maravilhoso juntar todos esses aspectos e resultar nesse filme incrível que é The Imitation Game.
    Antes de assisti-lo eu pensava que A Teoria de Tudo acabaria sendo o melhor dos dois, mas eu cheguei a conclusão de que não. Todos nós conhecemos quem é Stephen Hawking, mesmo que seja só de nome. Contudo, poucos já devem ter ouvido falar de Alan Turing, não menos brilhante e, se me permite dizer, bem mais importante para a História 'real' do que Stephen. Eu passei então a defender com unhas e dentes esse filme e a achar que The Imitation Game merece muito mais o Oscar!
    Ah, você sabia que o Ben já interpretou o Stephen Hawking em outro filme? Era um filme da própria BBC, então não houve toda essa divulgação como a Teoria de Tudo, mas ainda é uma obra que me merece ser assistida - e está disponível no youtube.

    Não sei se você gosta de Sherlock, mas já soube de "Mr. Holmes", o filme em que Ian McKellen (Gandalf) interpretará o detetive? Saiu o primeiro clipe, vem ver!
    http://leitoresforever.blogspot.com.br/2015/02/ian-mckellen-gandalf-como-sherlock.html

    ResponderExcluir

Segue o Página 394

Twitter

Nosso instagram