3 de jul de 2015

Resenha | Montanha da Lua



Montanha da Lua
Montanha da Lua
Mari Scotti | Amazon
Ano de 2015; 251 páginas

Há séculos uma verdade acompanha cada herdeiro do ducado de Bousquet: A Maldição dos Hallinson’s.Conta-se que a tragédia os acompanha, levando à morte as esposas em seu primeiro ano de matrimônio. Geração após geração, aprendem sua sina e a regra a seguir para possuir uma união frutífera e longa. Octávio Hallinson Segundo sofre as consequências de não seguir estes ensinamentos. Viúvo, isolou-se da sociedade, fugindo da responsabilidade de casar-se novamente para providenciar um herdeiro para seu título. Um homem marcado pela dor. Mical Baudelaire Nashgan sempre foi uma mulher decidida, enfrentando as ordens de sua tia e negando-se a seguir o protocolo que obrigava mulheres a procurar maridos apenas por posse de títulos e dinheiro e não por amor. O posicionamento contraditório aos costumes afastou os candidatos, tornando-a uma das únicas solteironas que sua província conheceu. A mais bela dentre elas. Uma tragédia a coloca frente aos perigos da floresta aos pés da Montanha da Lua e seu futuro torna-se incerto e assustador.


Resenha


Mical Baudelaire Nashgan, nossa personagem perdeu os pais na adolescência e foi morar com os tios, para os padrões da época e por causa de sua idade Mical já devia estar casada, mas como podemos imaginar e ficamos sabendo logo nas primeiras páginas, Mical jamais se casaria sem amor, afinal ela é forte e determinada e se preciso enfrentaria sua tia milhões de vezes e ficaria solteira até que o amor batesse em sua porta. 

Octávio Hallinson Segundo acredita possuir uma maldição simplesmente por ter seu sobrenome, todas as mulheres amadas por um Hallinson são levadas pela morte. O medo dessa maldição faz com que ele se isole. Um dia ele salva uma mulher, que está desmaiada na floresta, sem saber que é Mical essa mulher, o homem turrão e teimoso a leva para seu casebre na Montanha da Lua.

"O medo é um dos sentimentos mais impactantes que conheço, assim como o amor. Ambos possuem o poder de guiar o ser humano levando-nos a atitudes que jamais seguiríamos em um estado normal."

O livro foi disponibilizado para o blog por conta de nossa parceria. De primeira, juntando a capa e título, o livro me passou impressão de ser sobrenatural, mas quando percebi que na verdade era um romance de época só me animou mais.

Montanha da Lua é desses livros que não se julga pela capa, nome ou livros que você leu e podem ter história parecida. A obra de Mari Scotti é diferente mesmo no que parece ser igual e delicioso de se ler. Desde a primeira página a autora nos conquista com sua escrita forte e nos leva pra uma história sensual e marcante.

Os personagens são muito bem construídos, tem personalidade forte e apesar de passarem por mudanças durante o livro essa personalidade se mantém. Temos ao menos três momentos diferentes no livro e isso poderia ter levado nossos personagens a mudar muito, mas apesar do amadurecimento pelo qual passam, tudo o que eram no inicio ainda vive neles. São personagens para se descobrir enquanto a leitura acontece, a cada capitulo se descobre algo novo.

"Um segundo depois de repousar os olhos nela, esqueci-me por completo do mau humor. Era a paisagem mais perfeita que veria em uma vida!"

Narrativas em primeira pessoa que intercalam os personagens nunca foram meu forte, ainda mais quando o mesmo acontecimento é contado por dois ou mais personagens, mas Montanha da Lua conseguiu me agradar dessa forma, afinal ela era necessária. Saber tudo o que acontece do ponto de vista de vários personagens foi muito importante para entender tudo o que acontecia na história.

A parte "hot" do livro é muito bem medida, sem muitos palavrões ou vulgaridade e não se sobrepõe a história, apenas faz parte dela, o que pra mim sempre foi muito importante. Isso faz do livro algo sensual, mas não o transforma em um romance erótico.

Enfim, um livro realmente delicioso e se o li em dois dias foi por conta da facilidade com que se lê Montanha da Lua, quando começa é impossível parar, tudo te prende. A escritora fez um ótimo trabalho e não se perdeu ao criar seus personagens. Recomendo a qualquer leitor que ame um bom livro.


E é essa a resenha de hoje, espero que tenham gostado e quero agradecer a autora por disponibilizar esse ótimo livro para o blog, sem esquecer que ele pode ser comprado na Amazon e recomendo que não deixem passar essa oportunidade.  Não esquece de acompanhar o blog nas redes sociais para saber tudo o que acontece aqui no blog e até a próxima postagem.


Nos acompanhe:

Instagram: @blogpagina394
E-mail: pag394@outlook.com

Um comentário:

  1. Carollll! To muito feliz que gostou da leitura! Espero que mais pessoas queiram ler depois de ler a sua resenha <3 Obrigada pelo carinho!
    Beijão, Mari Scotti

    ResponderExcluir

Segue o Página 394

Twitter

Nosso instagram