26 de dez de 2014

Postagem Especial de Fim de Ano | Tag Book Shuffle (De Novo)



Olá leitores. Bom, antes de qualquer coisa preciso dizer que nossa semana especial infelizmente foi cancelada, tivemos poucos votos e nesse fim de ano estou cheia de compromissos que podem me impedir de postar, no entanto tentarei fazer desses últimos dias mais que especiais, afinal chegamos ao fim de mais um ano e o blog continua ativo. Para começar vou refazer uma das Tags que mais gostei de fazer durante esse ano que no caso é a Tag Book Shuffle, pra quem não lembra vou explicar: A tag é bem simples, você coloca seu celular no aleatório e anota as 10 primeiras músicas, depois disso é só escolher livros para relacionar com a música, a parte mais difícil é relacionar um livro com uma musica aleatória, mas é bem divertido.
Antes de começar com as músicas de hoje vou deixar o link para a Book Shuffle que fiz antes e uma listinha das músicas, porém para saber quais foram os livros vocês precisam clicar e ler a postagem.


Just Tonight - The Pretty Reckless
The Power of Love - Gabrielle Aplin
House on a Hill - The Pretty Reckless
Come on Eileen - Dexys Midnight Runners
Alive - Pearl Jam
Hey Jude - The Beatles
Radioactive - Imagine Dragons
Wish You Were Here - Pink Floyd
Nothing Left To Lose - The Pretty Reckless
Whole World is Watching - Within Temptation

Agora vamos, finalmente, ver o que temos na Tag Book Shuffle de hoje.

Wings - Birdy


A primeira música de hoje é Wings da cantora Birdy e eu estou na fase escuto Birdy e entendo A culpa é das estrelas, por tanto esse é o livro escolhido, não só porque estou sempre relacionando os dois, mas também acho que a letra tem um pouco do relacionamento de Hazel e Gus, sem contar que escutar essa música lendo ACEDE ia dar muito certo.

They made me think of you

 

"A culpa é das estrelas narra o romance de dois adolescentes que se conhecem (e se apaixonam) em um Grupo de Apoio para Crianças com Câncer: Hazel, uma jovem de dezesseis anos que sobrevive graças a uma droga revolucionária que detém a metástase em seus pulmões, e Augustus Waters, de dezessete, ex-jogador de basquete que perdeu a perna para o osteosarcoma. Como Hazel, Gus é inteligente, tem ótimo senso de humor e gosta de brincar com os clichês do mundo do câncer - a principal arma dos dois para enfrentar a doença que lentamente drena a vida das pessoas.

Inspirador, corajoso, irreverente e brutal, A culpa é das estrelas é a obra mais ambiciosa e emocionante de John Green, sobre a alegria e a tragédia que é viver e amar."


Brick by Boring Brick - Paramore


Brick by Bring Brick seria uma música muito difícil se eu já não a tivesse usado como trilha sonora da série A Seleção, dessa vez vou deixar para o livro A Escolha porque é nele que a distopia é mais trabalhada e America começa a "enterrar seu castelo".

And we'll dig a deep hole / To bury the castle, bury the castle


"A Seleção mudou a vida de trinta e cinco meninas para sempre. E agora, chegou a hora de uma ser escolhida. America nunca sonhou que iria encontrar-se em qualquer lugar perto da coroa ou do coração do Príncipe Maxon. Mas à medida que a competição se aproxima de seu final e as ameaças de fora das paredes do palácio se tornam mais perigosas, América percebe o quanto ela tem a perder e quanto ela terá que lutar para o futuro que ela quer. Desde a primeira página da seleção, este best-seller #1 do New York Times capturou os corações dos leitores e os levou em uma viagem cativante ... Agora, em A Escolha, Kiera Cass oferece uma conclusão satisfatória e inesquecível, que vai manter os leitores suspirando sobre este eletrizante conto de fadas muito depois da última página é virada."


I Am Mine - Pearl Jam


Essa foi mais fácil, quando vi que essa música estava na lista logo pensei no livro A Hospedeira e o motivo para os que conhecem a letra é obvio, as duas personagens querem simplesmente ser só delas, só querem poder saber que a única pessoa que manda em seu corpo e sua mente é ela e acho que a música tem muito disso.

And the feeling it gets left behind / All the innocence lost at one time


"Nosso planeta foi dominado por um inimigo que não pode ser detectado. Os humanos se tornaram hospedeiros dos invasores: suas mentes são extraídas, enquanto seus corpos permanecem intactos e prosseguem suas vidas aparentemente sem alteração. A maior parte da humanidade sucumbiu a tal processo. Quando Melanie, um dos humanos "selvagens" que ainda restam, é capturada, ela tem certeza de que será seu fim. Peregrina, a "alma" invasora designada para o corpo de Melanie, foi alertada sobre os desafios de viver dentro de um ser humano: as emoções irresistíveis, o excesso de sensações, a persistência das lembranças e das memórias vívidas. Mas há uma dificuldade que Peregrina não esperava: a antiga ocupante de seu corpo se recusa a desistir da posse de sua mente. Peregrina investiga os pensamentos de Melanie com o objetivo de descobrir o paradeiro dos remanescentes da resistência humana. Entretanto, Melanie ocupa a mente de sua invasora com visões do homem que ama: Jared, que continua a viver escondido. Incapaz de se separar dos desejos de seu corpo, Peregrina começa a se sentir intensamente atraída por alguém a quem foi submetida por uma espécie de exposição forçada. Quando os acontecimentos fazem de Melanie e Peregrina improváveis aliadas, elas partem em uma busca incerta e perigosa do homem que ambas amam."


House On a Hill - The Pretty Reckless


Bom, essa música já tinha entrado na lista quando fiz a Tag pela primeira vez, como não podia pular deixei a música e escolhi outro livro, esse também não foi difícil, já tinha usado essa música para a playlist de Golfinhos e Tubarões por isso esse é o livro escolhido.

Somewhere in the end we're all insane


"Aos cinco anos, Victoria foi adotada por Ana, presidente de uma indústria de cosméticos, e Greg, um bem-sucedido advogado. Ela não entende por que não se lembra dos verdadeiros pais e não acredita na suposta causa da morte deles.
Ao completar quinze anos, estranhas mudanças começam a acontecer. Seus cabelos ruivos escurecem, ela se torna cada vez mais forte e rápida, seus sentidos ficam aguçados e alguns dos seus sonhos passam a ser premonições.
Após a visita de um casal peculiar, ela é levada para um mundo desconhecido e único, onde terá que aprender a controlar suas habilidades, freqüentando aulas diferentes de tudo o que já viu.
Lá ela conhece Alex. A atração entre os dois é imediata, mas ele se recusa a se aproximar de Victoria e de qualquer outro aluno. Ainda assim, o destino se encarrega de uni-los e Alex passa a protegê-la e ajudá-la.
O que Victoria não sabe é que ele esconde um segredo que mudará sua vida, e que o passado pode estar mais perto do que eles imaginam..."


Thinking Out Loud - Ed Sheeran


Adoro essa música, mas a odiei por estar aqui, ela é quase impossível e no fim relacionei Thinking Out Loud com o livro Perdida, o motivo é daqueles que a gente quase inventa, é uma música que fala de amor e há partes que fala sobre o tempo, por tanto essa é a minha escolha.

Darlin', I, will be lovin’ you till we’re seventy


"Sofia vive em uma metrópole, está habituada com a modernidade e as facilidades que isto lhe proporciona. Ela é independente e tem pavor a menção da palavra casamento. Os únicos romances em sua vida são os que os livros lhe proporcionam. Mas tudo isso muda depois que ela se vê em uma complicada condição. 
Após comprar um novo aparelho celular, algo misterioso acontece e Sofia descobre que está perdida no século XIX, sem ter ideia de como ou se voltará. Ela é acolhida pela família Clarke, enquanto tenta desesperadamente encontrar um meio de voltar para casa. 
Com a ajuda de prestativo Ian, Sofia embarca numa procura as cegas e acaba encontrando algumas pistas que talvez possam leva-la de volta para casa. O que ela não sabia era que seu coração tinha outros planos..."


Disappear - Hoobastank


Minha escolha nessa música foi bem rápida e já foi revelada por falta de bons gifs da música, já tinha usado como trilha sonora do livro e eu acho que Disappear é A música para Um Dia, quem conhece a letra vai concordar comigo.

There's a pain that sleeps inside [...] And awakens the moment that you leave


"Dexter Mayhew e Emma Morley se conheceram em 1988. Ambos sabem que no dia seguinte, após a formatura na universidade, deverão trilhar caminhos diferentes. Mas, depois de apenas um dia juntos, não conseguem parar de pensar um no outro.
Os anos se passam e Dex e Em levam vidas isoladas - vidas muito diferentes daquelas que eles sonhavam ter. Porém, incapazes de esquecer o sentimento muito especial que os arrebatou naquela primeira noite, surge uma extraordinária relação entre os dois.
Ao longo dos vinte anos seguintes, flashes do relacionamento deles são narrados, um por ano, todos no mesmo dia: 15 de julho. Dexter e Emma enfrentam disputas e brigas, esperanças e oportunidades perdidas, risos e lágrimas. E, conforme o verdadeiro significado desse dia crucial é desvendado, eles precisam acertar contas com a essência do amor e da própria vida."


Beating Heart - Ellie Goulding


Tem como escutar Beating Heart e não pensar em Divergente? A resposta, ao menos para mim, é não. E por isso essa foi bem fácil, Divergente é o escolhido, claro.

Wanna hear your beating heart tonight


"Numa Chicago futurista, a sociedade se divide em cinco facções – Abnegação, Amizade, Audácia, Franqueza e Erudição – e não pertencer a nenhuma facção é como ser invisível. Beatrice cresceu na Abnegação, mas o teste de aptidão por que passam todos os jovens aos 16 anos, numa grande cerimônia de iniciação que determina a que grupo querem se unir para passar o resto de suas vidas, revela que ela é, na verdade, uma divergente, não respondendo às simulações conforme o previsto. A jovem deve então decidir entre ficar com sua família ou ser quem ela realmente é. E acaba fazendo uma escolha que surpreende a todos, inclusive a ela mesma, e que terá desdobramentos sobre sua vida, seu coração e até mesmo sobre a sociedade supostamente ideal em que vive."


Ironic - Alanis Morissette


Para a música Ironic escolhi o livro O Futuro de Nós Dois, no livro Alanis Morissette é citada por causa da época, Alanis era a "Diva" em 1996 e essa é exatamente a época do livro, então uma música que devia ser difícil se tornou uma das mais fáceis.

It's meeting the man of my dreams / And then meeting his beautiful wife / And isn't it ironic, don't you think?


"É 1996, e menos da metade dos alunos das escolas de ensino médio nos Estados Unidos já tinham usado a internet. Emma acaba de ganhar o primeiro computador e um CD-ROM da America Online de Josh, seu melhor amigo. E ao instalar o programa, logo no primeiro acesso, descobrem que acabam de entrar no Facebook, dali a quinze anos. Todos se perguntam como será o futuro. Josh e Emma estão prestes a descobrir..."


Going Under - Evanescence


Para essa música escolhi o livro A Desconstrução de Mara Dyer, mas a verdade é que não tenho um grande motivo, simplesmente tinha que escolhi um livro e esse foi o livro que veio na minha cabeça enquanto ouvia a música.

Screaming, deceiving and bleeding for you


"Um grupo de amigos... Uma tábua ouija... Um presságio de morte. Mara Dyer não estava interessada em mensagens do além. Mas para não estragar a diversão da melhor amiga justo em seu aniversário ela decide embarcar na brincadeira. Apenas para receber um recado de sangue. Parecia uma simples piada de mau gosto... até que todos os presentes com exceção de Mara morrem no desabamento de um velho sanatório abandonado. O que o grupo estaria fazendo em um prédio condenado? A resposta parece estar perdida na mente pertubada de Mara. Mas depois de sobreviver à traumática experiência é natural que a menina se proteja com uma amnésia seletiva. Afinal, ela perdeu a melhor amiga, o namorado e a irmã do rapaz. Para ajudá-la a superar o trauma a família decide mudar para uma nova cidade, um novo começo. Todos estão empenhados em esquecer. E Mara só quer lembrar. Ainda mais com as alucinações - ou seriam premonições? - Os corpois e o véu entre realidade, pesadelo e sanidade se esgarçando dia a dia. Ela precisa entender o que houve para ter uma chance de impedir a loucura de tomá-la..."


Not Strong Enough  - Apocalyptica


Essa foi a música que mais ouvi enquanto lia o livro Silêncio da série Hush Hush, e mesmo que nem toda a letra me lembre o livro há partes que se encaixam e o ritmo combina bastante com o livro.

And I'm not strong enough to stay away


"Nora Grey não consegue se lembrar dos últimos cinco meses. Depois do choque inicial de acordar em um cemitério e descobrir que ficou desaparecida por semanas, ela precisa retomar sua rotina, voltar à escola, reencontrar a melhor amiga, Vee, e ainda aprender a conviver com o novo namorado da mãe.
Em meio a tudo isso, Nora é assombrada por constantes pensamentos com a cor preta, que surge em sua mente nos momentos mais improváveis e parece conversar com ela. Alucinações, visões de anjos, criaturas sobrenaturais. Aparentemente, nada disso tem a ver com sua antiga vida.
A sensação é de que parte dela se perdeu. É então que o caminho de Nora cruza o de um sexy desconhecido, a quem ela se sente estranhamente ligada. Ele parece saber todas as respostas… e também o caminho até o coração de Nora. Cada minuto a seu lado confirma isso, até que Nora se dá conta de que pode estar apaixonada. De novo.
“O relacionamento tempestuoso entre Nora e Patch, o típico bad-boy, é verdadeira e perturbadoramente sedutor.”
Publishers Weekly"





Nos acompanhe:



Instagram: @blogpagina394
E-mail: pag394@outlook.com

Um comentário:

  1. Ei, tudo bem?
    Amei a tag, nunca tinha visto! Parece ser bem divertida, vou ver se faço no meu blog também algum dia.
    Beijos, Poeta na Madrugada

    ResponderExcluir