4 de abr de 2016

Resenha | A Evolução de Mara Dyer



A Evolução de Mara Dyer


A Evolução de Mara Dyer
Michelle Hodkin | Galera Record
406 páginas | Ano de 2014
Pode conter spoilers do primeiro livro da série, A desconstrução de Mara Dyer

A Evolução de Mara Dyer começa exatamente onde o primeiro livro termina. Mara acorda em uma cama de hospital sem entender como foi parar lá, após seu surto ao encontrar seu ex-namorado que deveria estar morto em frente a uma delegacia apenas Noah acredita nela. Como se a situação não pudesse ser pior, seus pais resolvem enviá-la ao Horizontes, uma clínica de reabilitação psiquiátrica onde seu único alivio é Jamie, que agora também frequenta a clínica. Enquanto tenta provar que seu ex-namorado está vivo e precisa se passar por alguém "normal" para não ser enviada para um lugar ainda pior, coisas ainda mais estranhas começam a acontecer com Mara.

No segundo livro da série Michelle Hodkin consegue não perder o ritmo, o que mais me prendeu e me levou até o fim do primeiro livro foi a forma ágil como a escritora desenvolveu a obra e como conseguiu não perder o ritmo de sua escrita e em A Evolução de Mara Dyer ela consegue continuar seu incrível trabalho, assim como no primeiro é a agilidade da escritora e a facilidade de leitura que nos leva até o fim.

O título do livro que chama atenção assim como o primeiro, talvez carregue uma pequena mentira. A promessa da evolução de Mara Dyer não se cumpre, Mara continua dependente de Noah e está cada vez mais perto de realmente enlouquecer, como a própria chega a dizer no livro: dizem tanto que ela é louca que talvez isso esteja se tornando uma verdade. Apesar disso Mara continua sendo uma boa personagem e seus pensamentos sempre tão claros no livro são de grande ajuda para a escritora, que consegue fazer desse mais um motivo para que o leitor vá até o fim da leitura.

Um ponto importante a ser citado é que A Evolução de Mara Dyer não se prende a recapitulações do primeiro livro, Michelle Hodkin segue em frente, o que acabou por se tornar algo positivo, o leitor não fica preso em enrolações ou diálogos  que parecem repetidos, apenas segue com a leitura e recebe as informações necessárias para não se perder.

O romance entre Mara e Noah que foi muito bem trabalhado em meio ao suspense e mistério no primeiro livro, parece se perder nesse segundo livro. Não que o romance tome frente na obra e se torne o ponto mais importante, pelo contrário, ele acaba por se tornar enjoativo e em momentos dispensável, tudo nesse aspecto que foi desenvolvido no primeiro livro se perde e chegamos a pensar que os dois talvez fossem melhores como amigos.

O mistério continua ótimo e parte importante da história, apesar de perguntas do primeiro que não foram respondidas e outras que foram abertas é possível não se perder e gostar de como o livro da o mistério ao leitor e de como somos levados a curiosidade.

A Evolução de Mara Dyer é um livro com seus pontos positivos e negativos, mas que recomendo pelo todo da obra e por ter um fim incrível que provavelmente nos levará a um ótimo terceiro livro. Então, se você gosta de mistério e leituras ágeis esse é definitivamente um livro pra você.


E essa é a resenha de hoje, espero que tenham gostado e que continuem acompanhando o blog e nossas redes sociais, nelas vocês podem saber o que postamos aqui em pouco tempo e acompanhar outros conteúdos.

Um comentário:

  1. Oi Carol,
    Iniciei a leitura do primeiro livro, mas tive que parar pois, peguei outro haha
    Mas estava curtindo e ótimo saber que a continuação mantém o ritmo.

    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir